Solpoesia

A palavra é uma grande metáfora; tudo pode signicar;"palavra aceita tudo".

Meu Diário
07/10/2013 13h31
Ninguém entra em nossas vidas por acaso.

Passamos por momentos de plena felicidade ou de tristeza profunda em nossas vidas. Momentos estes que nos marcam de uma forma surpreendente, e nos transformam, nos comovem,nos ensinam ou, muitas vezes, nos machucam profundamente, momento em que mais aprendemos.

As pessoas que entram em nossas vidas, sempre entram por alguma razão, algum propósito. Elas nos encontram ou nós as encontramos sem querer; não há programação de uma hora para esse encontro. Encontramos, pois, naquele momento, elas nos seriam importantes para o aprendizado, ainda que pensemos que  nada acrescentem.


O universo inteiro conspira para que haja esse encontro e  que algo seja resgatado ou, em contrapartida, haja resistência, sofrimento e contração de mais dívidas; tudo uma questão de escolha. Nunca sabemos o que esperar: se alegria ou sofrimento. Mas o fato é que todos nos encontramos no tempo devido e não por um mero acaso.

 


Publicado por Solange Galeano em 07/10/2013 às 13h31
Copyright © 2013. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
 
07/10/2013 13h28
Doce Lembrança

Espero ter passado por ti, por sua vida...
Como uma doce lembrança, para que recordes de mim...
E sempre seja com um doce olhar de criança.
E, se lembrando de doces momentos
Que, com certeza chegaram,
Você fechará seus olhos e fará uma breve oração,
Lembrando-se de tempos felizes que vivemos juntos,
Tempos que jamais passarão,
Tempos que amamos e fomos amados,
Unidos em um só coração.


Publicado por Solange Galeano em 07/10/2013 às 13h28
Copyright © 2013. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
 
04/10/2013 08h49
Recomeço

Não gastes a riqueza do tempo com lamentações improdutivas, nem destruas o valor das horas no fogo da agitação.
Cala-te e pensa:
- Sofreste talvez prejuízos enormes.
- Provavelmente caíste em erro.
- Padeces desenganos que jamais esperaste.
- Encontraste problemas que te parecem insolúveis.
- Fracassaste naquilo que entendias como sendo o melhor em teu favor.
Entretanto, queixas e aflições vazias, não te amparam de modo algum.
Reflete em teu arsenal interior de recursos e bênçãos e surpreenderás um tesouro de energias em ti mesmo, cujo acesso descobrirás, meditando simplesmente nestas duas palavras:

- POSSO RECOMEÇAR!...

Chico Xavier - Emmanuel

 

Publicado por Solange Galeano em 04/10/2013 às 08h49
Copyright © 2013. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
 
03/10/2013 09h05
O ódio à luz da espiritualidade

Se tiveres para com o outro sentimento que não leve ao sucesso de um relacionamento saudoso, te afasta e não faça mal a ti e ao próximo.

 
Não é preciso conviver para amar, mas o convívio necessita de respeito e compreensão para que seja de fato duradouro e benéfico.
 
Não sejas aquele que leva ao outro o rancor e a mágoa, antes o afastamento do que o ataque pessoal desmedido de energias que causarão sérios prejuízos na vida que se deseja traçar.
 
A vida nos coloca em situações na qual devemos escolher o que de fato queremos em relação ao próximo, sendo que, na verdade, apenas a compreensão mutua é que deve reinar, sem a qual a paz não é possível.
 
Não te deixes levar pelo egoísmo para com aquele que apenas não se encontra no caminho que te é o correto, pois isso pode levar-te a um grave erro de julgamento, cuja consequência será inevitavelmente reparada.
 
Sempre dedique, sinceramente, àqueles que te são próximos todo afeto e amor para que essa energia salutar possa se transmitir mais e mais por entre as pessoas.
 
Com aqueles que hoje não te são próximos tem em si a compreensão de que à cada um foi determinando, por decisão própria, um caminho, sendo que as dificuldades se fazem presentes para todos e a colheita será segundo o que houverem plantado. 
 
Não te sintas em um grau evolutivo capaz de julgar, pois do contrário não estarias entre os encarnados em duras lutas para a superação de suas faltas, mas sim nas esferas resplandecentes de luz.
 
Lembra que o ser de mais luz que já encarnou entre os homens sempre buscou ser pacifico com todos, sem vir com a espada, mas com o amor como sendo a sua única arma.
 
Porque então empunhar a arma que fere o outro se sabe, de antemão, que o ferimento que causa ao outro é menor do que aquele que irá carregar em seu espirito, talvez por muitas vidas?
 
O despertar é difícil, mas os seus benefícios são sentidos à medida em que os vícios vão ficando para trás, em um passado de dores e lutas, para que possa ser colhida a vitória da superação.
 
Jamais devemos abandonar aqueles que ainda caminham pela estrada perdidos por sentimentos menos nobres que os conduzem ao erro para consigo e para com o próximo.
 
Podemos não tocar na rosa que traz em seu corpo o espinho, mas podemos respeitá-la e protegê-la para que o mal não lhe atinja, sobretudo por nossa ação.
 
Não tocar em algo que nos representa um perigo não significa desprezá-lo à própria sorte, mas saber que as dificuldades criaram, naquele ser, os espinhos que hoje buscam ferir, mas que, com o recomeço de suas ações , sempre será possível se transformar em pouso salutar para aqueles que buscam o afeto.
 
Na condição de seres desencarnados, nós hoje vemos a importância de sermos solidários com todos os nossos irmãos, pois reconhecemos neles as nossas próprias dificuldades, com a consciência de que apenas a ajuda paciente e amorosa é capaz de conduzir a todos para a estrada da evolução, a fim de que seja possível repousar em esferas de luminosidade mais intensa.
 
Quantos são aqueles que agem viciados por orgulho e egoísmo que não encontram, deste lado, a dor da descoberta de que a única absolvição que lhe é possível somente será obtida pela reparação da própria consciência?
 
Sentimos a perda de todos aqueles que não escolhem o caminho do amor como sendo o único capaz de conduzir ao bem, pois o seu retorno não será por meios que não sejam dolorosos.
 
Vejo entre todos aqueles que chegam desse lado a alegria do reencontro e a dor da desilusão, sendo que apenas o mérito será capaz de atribuir ao ser um ou outro.
 
O fortalecimento do espirito passa pela superação das tuas provas no campo da encarnação entre os filhos da terra que, por um corpo material, irá desempenhar as tuas boas e más inclinações.
 
Sejam, meus filhos, humildes e não levem no coração a mágoa ou rancor contra quem quer que seja, pois somente após ser descortinada toda a verdade é que poderá reconhecer como é bela e perfeita a justiça divina.
 
Estejam sempre certos de que apenas a estrada do amor e do bem podem levar o ser à realização de seus anseios de justiça e de paz.
 
Que deus esteja em nós e entre nós, hoje e sempre.
Pedro Paulo

Publicado por Solange Galeano em 03/10/2013 às 09h05
Copyright © 2013. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
 
29/09/2013 17h22
QUANDO DEUS DIZ "NÃO"

Eu pedi a Deus para tirar a minha dor.
Deus disse: - não, é você que deve desistir dela.

Eu pedi a Deus para que meu filho deficiente fosse perfeito.
Deus disse: - não, o corpo é provisório; para o espírito se tornar perfeito a
experiência é necessária.

Eu pedi a Deus para me dar paciência.
Deus disse: - não, a paciência é conquistada e não doada.

Eu pedi a Deus para me dar felicidade.
Deus disse: - não, a felicidade depende de você.

Eu pedi a Deus para me proteger da doença.
Deus disse: - não, a doença te aproxima de mim.

Eu pedi a Deus para fazer meu espírito crescer.
Deus disse: - não, você tem que crescer por si para dar frutos.

Eu pedi a Deus ter tudo para gostar da vida.
Deus disse: - não, tens a vida para poder gostar de tudo.

Eu pedi a Deus para me livrar do ódio.
Deus disse: - não, você é que o transmuta em amor.

Eu pedi a Deus para me dar sabedoria.
Deus disse: - não, a sabedoria é a soma do conhecimento adquirido, do trabalho
realizado e do Amor vivenciado.

Eu pedi a Deus para que minha companheira fosse a ideal.
Deus disse: - não, a união ideal são vocês que a constróem.

Eu pedi a Deus para me fazer encontrar um Mestre.
Deus disse: - não, quando estiveres pronto, o Mestre aparecerá.

Eu pedi a Deus para me perdoar.
Deus disse: - não, eu não te culpei, você é que deve se perdoar!

Depois de ouvir doze vezes um "não", perguntei decepcionado: - por que me
negas todo benefício? Vou ter que fazer tudo sozinho?
Deus me respondeu: - não estou te negando benefícios; pelo contrário, estou te
dando as condições para o crescimento, para a sabedoria e a paz interior, pois,
o ser humano:


só valoriza a liberdade após conhecer a escravidão;
só agradece a saúde após conhecer a doença;
só aprecia a paz após conhecer a guerra;
só dá graças pela abundância após conhecer a miséria;
só luta pela justiça após sofrer a injustiça;
só é misericordioso após ter sido espezinhado;
só percebe o conforto do abraço após ter sido espancado;
só é capaz de perdoar após sentir o peso da vingança;
só é tolerante após ter sido oprimido;
só é compreensivo após ter sofrido;
só é sábio após muito erros;
só é capaz de amar após conhecer o ódio.


"Nada temas, preparei as provas que você deve viver e vencer para ser aprovado
e crescer, mas te orientarei o tempo todo, ouve a intuição, a Voz interior, faça
a tua parte e nem imaginas o quanto farei a minha."


Publicado por Solange Galeano em 29/09/2013 às 17h22
Copyright © 2013. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.



Página 7 de 9 1 2 3 4 5 6 7 8 9 [«anterior] [próxima»]

Tela de Claude Monet
Site do Escritor criado por Recanto das Letras