Solpoesia

A palavra é uma grande metáfora; tudo pode signicar;"palavra aceita tudo".

Textos

Faz de contas
Acho que passamos o tempo
brincando de amores,
Dores, esperança e desatino...
O hoje, cor de rosa do céu,
foi o cinza de ontem,
A lembrança do azul escarlate
Num futuro que não se fez...
Acho que brincamos de tempo...
Aqui, aí, entre as nuvens
Que apenas nós entendíamos,
crianças que éramos!
Fomos, já não somos mais.
E na certeza de um espaço
indivisível e único
estaremos de novo,
frente a frente,
lado a lado, se preferir,
num faz de contas
que é vida.
Solange Galeano
Enviado por Solange Galeano em 26/05/2017
Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Tela de Claude Monet
Site do Escritor criado por Recanto das Letras